segunda-feira, 25 de julho de 2011

Fazendo moda!


Você pode nunca ter parado para pensar como é que as suas roupas chegam às lojas, mas existe uma pessoinha, cheia de criatividade, que se dedica a fazer várias pesquisas e desenhar todas as peças que você compra e veste. Quer saber qual é o nome deste profissional? É o estilista! É ele quem dita moda, criando coleções de roupas e acessórios que chegam a cada estação nas araras das lojas do mundo inteiro – chique, né? Ainda tem mais, ele prepara e frequenta desfiles de moda (como a São Paulo Fashion Week e a Fashion Rio), vive rodeado por celebridades e participa de editoriais de moda em revistas famosas. Porém, nem tudo é glamour e badalação, já que um estilista precisa ter muita criatividade e estar sempre ligado nas tendências de moda dentro e fora das passarelas, além de ter bons conhecimentos de sociologia, modelagem, desenho e história do vestuário.
Mas, afinal, como faz para ser um estilista e aprender tudo isso? Para Dudu Bertholini, um dos stylists e proprietário da marca Neon, o mais importante é ser apaixonado por moda e estilo e não ter preguiça de estar sempre pesquisando e ligada nas tendências do mundo afora. Já para Carô e Pitty, estilistas da Amapô, a criatividade é a ferramenta mais importante do profissional, já que sem ela não existe criação e, assim, não dá para desenvolver uma coleção com roupas bacanas a cada semestre. “Para saber se você é criativo, perceba se suas amigas te acham a mais exótica da escola, se você não tem medo de misturar cores e peças em um mesmo look, se ama dar palpite em tudo e curte desenhar e pintar”, explica Carô.

Papel numa mão, lápis na outra e máquina de costura ao lado

O estilista precisa se inspirar em alguma coisa para criar. “Valem viagens, saídas com amigas, um filme, qualquer coisa que inspire algo novo e legal para sair do repeteco, e evitar dar ctrl c + ctrl v na ideia do outro. A graça da moda é a novidade, a emoção constante”, afirmam Pitty e Carô. Uma dica importante que a dupla fashion deixou é não ter medo de sacar um lápis e um papel da bolsa para desenhar alguma peça a qualquer hora. Se uma ideia apareceu, aproveite-a na hora, porque a criatividade muitas vezes é momentânea! Então coloque um bloquinho aí do lado e mãos à obra.

Passaporte para a moda
Gostou da ideia de ser estilista? Então mãos à obra, porque não é preciso virar gente grande para começar a investir na carreira. Hoje existem vários cursos que podem ajudá-la a aperfeiçoar suas habilidades. Olha só:
O Love Blankie, em São Paulo, é um deles. Lá, as garotas passam horas se divertindo e produzindo coisas fofas com as próprias mãos – você pode customizar uma camiseta, costurar uma coberta, criar um vestido para a boneca, fazer uma almofada... Vale o que a sua imaginação mandar.
As garotas cariocas podem testar sua desenvoltura com a máquina de costura no Ateliê Estilista Teen. No curso, você aprende a fazer ilustrações de moda, criar projetos de estilo incríveis e desenhar suas próprias estampas, além de ter aulas de história da moda.

Nenhum comentário: